domingo, janeiro 21, 2007

Nao deixes...


Não deixes o sol partir
E a nuvem ser o teu guia
Não deixes...
Aquele sorriso se esconder
Atrás da mágoa, da ferida,
Da dor, da amargura...
Não deixes...
O brilho do olhar enevoar,
Os gestos desaparecerem,
As palavras secarem,
E a vida desesperar...
Não deixes...
Tu tens o amanhecer,
A janela para abrir,
O Amor para oferecer,
A dor para vencer,
O sonho para realizar
E Deus para te proteger.
Não deixes...
Que eu guarde os abraços,
Os beijos, os carinhos,
Os sorrisos,
Que são para ti,
Por ti,
Por favor não deixes...
Que eu morra contigo,
Que o coração chore,
Que a alma se apague.
Por favor não deixes...
O vermelho enegrecer,
O branco amarelar,
A vida passar...
Não deixes...
Tu nasceste com uma missão,
Tu queres, tu podes, tu vences.
Tu és forte...
A vida ensina...
O tempo cicatriza...
Eu acompanho-te...
Eu venci,
Eu estou aqui...

domingo, janeiro 14, 2007

A Vida não pode ser Insignificante

Já perdoei erros quase imperdoáveis,
tentei substituir pessoas insubstituíveis
E esquecer pessoas inesquecíveis.
Já fiz coisas por impulso,
já me decepcionei com pessoas
quando nunca pensei me decepcionar,
mas, também decepcionei alguém.
Já abracei pra proteger,
já dei risada quando não podia,
Fiz amigos eternos, amei e fui amado,
Mas, também já fui rejeitado,
fui amado e não amei.
Já gritei e pulei de tanta felicidade,
já vivi de amor e fiz juras eternas,
"Quebrei a cara" muitas vezes!
Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
já liguei só pra escutar uma voz,
Me apaixonei por um sorriso,
já pensei que fosse morrer de tanta saudade
E tive medo de perder alguém especial
(e acabei perdendo)!
Mas vivi! E ainda vivo!
Não passo pela vida...
Bom mesmo é ir a luta com determinação,
abraçar a vida e viver compaixão,
Perder com classe e vencer com ousadia,
Porque o mundo pertence a quem se atreve
E a vida é MUITO curta para ser insignificante.

Charles Chaplin
A vida é muito curta para ser insignificante... a vida, aquele bem tão precioso que um dia Deus nos presenteou e que por vezes nós damos-lhe tão pouco valor...
E com este pensamento deixo votos a todos os que me visitarem de uma excelente semana.

domingo, janeiro 07, 2007

Fogo de Artifício da Madeira no Guinness


O 'Guinness World Records', entidade que atesta os recordes atingidos ao nível mundial, acaba de atribuir ao Fogo-de-artifício da passagem de ano da Madeira o título de "MAIOR ESPECTÁCULO PIROTÉCNICO DO MUNDO". Uma elipse de fogo-de-artifício de 6 quilómetros de extensão e 2,7 quilómetros de largura em torno da cidade do Funchal foi o recorde alcançado, que vai figurar no livro de recordes do 'Guinness'.
O espectáculo teve a duração de oito minutos e subordinou-se ao tema a "Dança das Quatro Estações" do compositor veneziano de música barroca António Lucio Vivaldi. O fogo irrompeu a partir de 37 postos estrategicamente colocados ao longo da baía da cidade do Funchal, sendo 31 em terra e seis em plataformas marítimas.
O prémio é uma óptima promoção da Madeira no exterior. O "Guinness World Records", criado em 1955, é o terceiro livro mais lido no mundo a seguir à Bíblia e ao Corão, sendo publicado em 37 idiomas. Este livro, que nos últimos 52 anos já vendeu mais de 100 milhões de exemplares, retrata os cinco mil recordes mais inéditos do mundo.
Para quem ainda não teve a oportunidade de ver ao vivo este inigualável espectáculo, está no momento certo para o fazer. Eu vos asseguro que não haverá arrependimentos. Apenas muita luz, muita cor, muita alegria, muita admiração e... grandes lembranças para recordar.
Algumas das imagens "maravilha"...